rafting 300 x 300

Conheça Alguns Esportes de Aventura

Arvorismo.
“A técnica nasceu com a necessidade de pesquisadores se moverem entre as copas das árvores para ajudar em seus estudos. Posteriormente, com a introdução de técnicas verticais, o arvorismo se tornou uma atividade ecoturística.

A ideia é que as pessoas possam mover-se de uma plataforma para outra, enfrentando alguns obstáculos.”, explica Sérgio Bernardi, expert em esportes de aventura.

Sim você pode! Pessoas de qualquer idade podem praticar. Inclusive, em alguns locais, o arvorismo pode ser realizado também por pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. 

Rafting
Já imaginou você e sua família descendo corredeira abaixo? A modalidade, que utiliza botes infláveis e outros equipamentos, como remos e coletes salva-vidas, está entre as favoritas dos esportistas de aventura.

Sim você pode! Não é necessário nenhum preparo para a prática de rafting. O que precisa é ter um forte espírito de equipe, já que é uma atividade que exige a participação de todos. 

Rapel
Além de ser usada para resgates em alguns lugares de difícil acesso, a modalidade conquistou muitos fãs que a utilizam para lazer.

Consiste em uma descida por rochas verticais com o auxílio de cordas.

Sim você pode! Sua saúde está em dia? Então pode se aventurar. Porém, o rapel não é indicado para pessoas com problemas cardíacos, de coluna ou articulações, ou que foram submetidas recentemente a algum tipo de cirurgia. 

Tirolesa
Prepare-se para voar – ou quase isso! “A tirolesa consiste em uma descida através de roldanas e um cabo de aço, onde a pessoa vai de um ponto a outro, tendo a sensação de sobrevoar a área”, explica.

Sim você pode! No turismo de aventura, cada pessoa é encaminhada para o nível de dificuldade que se adequa ao seu perfil, por isso, é importante que você procure uma operadora especializada. 

No caso da tirolesa, existe restrição do peso suportado pelo cabo, que pode variar de 30kg (tirolesas infantis) a 120 kg. Essa informação deve ser fornecida pelo operador. 

Caso você resolva praticar alguma atividade com mais frequência, é aconselhável procurar um médico para que ele possa fazer todas as avaliações necessárias. 

“Qualquer pessoa, com exceção de gestantes, portadores de marcapasso ou que possuam algum problema cardíaco ou fraturas recentes, pode praticar a maioria dos esportes de aventura”, ressalta Bernardi. 

Enviado por: Luciana Almeida.
Fonte: Malu/Abril/2013.

bom-humor 300 x 300

Senso de Humor no Trabalho

O humor é uma demonstração clara de inteligência emocional e uma competência que se destaca nas relações profissionais. Os britânicos riem de supostos diálogos ácidos entre o primeiro-ministro Winston Churchill (1874-1965) e Lady Nancy Astor (1879-1964), primeira mulher a ocupar uma cadeira no parlamento britânico. No mais célebre deles, Lady Astor diz: “Se o senhor fosse meu marido, eu colocaria veneno em seu chá”. E Churchill responde: “Madame, se a senhora fosse minha mulher, eu beberia”.

Lady Astor, igualmente rápida, também tinha suas tiradas. O humor propicia o chamado alto-astral, facilita as relações, abre as portas e diminui as resistências. Desde criança a pessoa tem maior interesse (ou é estimulada) a avaliar o contexto, contar histórias e a reproduzir situações. O desenvolvimento de um olhar crítico começa na tenra infância. O bom humor é antes de tudo um sinal de que a pessoa está balanceada, que seus sentimentos e opiniões estão equilibrados.

A pessoa bem humorada pensa com o cérebro e sente com o coração. O senso de humor tem de ser perseguido, requer uma abertura para olhar o mundo por vários ângulos, pede uma mente alerta e ativa e em geral se expressa por um gesto milenar e universal: o sorriso.

Sorria!.

Enviado por: Maria Paula Vaz.
Fonte: Tudo Perto/Maio/2013.

segunda-feira-de-novo 300 x 300

Dicas para Acabar com o Mau Humor da Segunda-Feira

Encarar segunda-feira desanima, ela é o dia útil mais distante do final de semana e está diretamente relacionada a preocupações com o trabalho, compromissos com horário e cansaço. Mas a má fama do primeiro dia útil da semana está com os dias contados. Uma pesquisa feita nos Estados Unidos, descobriu que as terças, quartas e quintas podem ser tão entediantes quanto a segunda-feira. Após fazer uma enquete com 340 mil pessoas e se descobriu que o humor delas só se altera (para melhor) nas sextas-feiras. Então, o que está por trás da má vontade? Concentrar as atividades de lazer em poucos dias toma os restantes sem graça, marcados por aborrecimentos, o ideal é dar um jeito de adotar hábitos que deixam sua segunda-feira mais agradável.

Dicas para fazer este dia mais Feliz.

  • Comer seu prato favorito.
  • Marcar para sair com os amigos.
  • Praticar exercícios (Experimente fazer uma caminhada ou se inscrever em um curso de dança para descontrair a sua segunda-feira).
  • Assistir a um filme
  • Fazer meditação
  • Fazer compras (Deixar a tarefa para o inicio da semana, quando tudo está mais tranquilo, ajuda você a fazer escolhas mais cuidadosas, negociar com mais calma algum desconto e se distrair sem precisar enfrentar grandes tumultos).
  • Colocar a leitura em dia.
  • Adiantar o happy hour (Dá para colocar em dia as novidades do final de semana, esperar o trânsito diminuir e voltar para a casa com a sensação de que a segunda-feira ficou para trás há muito tempo.

Enviado por: Marli Teresinha Palma.
Fonte: Tudo Perto/Maio/2013.

quebra-cabeca 300 x 300

Como Nosso Cérebro Resolve Quebra-Cabeças

Quem não gosta de quebra-cabeças? Toda vez que resolvemos um quebra-cabeças, como forma de recompensa nosso cérebro libera uma substância chamada dopamina, o que nos dá um imenso prazer.

Pesquisas recentes sugerem que, além dessa recompensa, a simples ideia de resolver um quebra-cabeça geralmente coloca nosso cérebro num estado receptivo e lúdico que, por si só, já nos proporciona uma fuga prazerosa.

Quando resolvemos um problema, utilizamos basicamente dois processos, um analítico e outro intuitivo. A resolução de problemas pelo processo analítico requer o uso da interferência e da tentativa e erro, enquanto o processo intuitivo está mais associado à famosa “sacada”. Pesquisadores acreditam que esses dois processos não utilizam necessariamente as mesmas habilidades cerebrais, porém a solução criativa de problemas geralmente requer tanto análise quanto intuição, fazendo com que nosso cérebro alterne entre esses dois estados mentais até encontrarmos a solução. 

Enviado por: Bernardo Hofmann.
Fonte: Tudo Perto/Abril/2013.

calça skinny florida 300 x 300

Explosão de Estampas

Antes de escolher a sua, não leve em conta só a estampa – é importante avaliar o seu tipo de corpo. Confira as dicas de Arlindo Grund, Stylist. 

A combinação ideal para …… 

Emagrecer
Opte por uma calça skinny ou cigarrete com estampa floral de fundo escuro, perfeita para afinar a silhueta. Combine com top e blazer alongado que reproduzem um ou dois tons da calça. Nos pés, uma boa pedida é investir na espadrilha ou num sapato de salto fino. 

Ganhar Curvas
Eleja um modelo com padronagem graúda e tonalidades claras, capazes de dar volume extra ao quadril. Use-a com uma camisa jeans ou de tonalidade escura – que tal fazer nozinhos nas pontas? Complemente o look com um bom escarpim. 

Alongar
Já pensou em investir num conjuntinho estampado, ou seja, calça e blusa da mesma padronagem? A combinação vai fazê-la parecer mais alta do que realmente é. Sandália meia-pata é a companhia ideal para você desfilar poderosa em qualquer ocasião. 

Animal Print – Se você não tem medo de ousar, invista numa calça com estampa de bicho – cobra, zebra, onça.. Durante o dia, use-a com tênis e uma camiseta divertida. À noite, arrase coordenando-a com uma camisa de tecido nobre e cor vibrante. Não se esqueça de caprichar no salto. 

Geométrico – Quadrado, losango, tribal… tem estampa para todos os gostos! Você é mais feminina? Então, aposte nas clássicas bolinhas. Prefere circular com um look mais moderninho? Opte por uma skinny com padronagem étnica. 

Floral – Caso seu ambiente de trabalho seja informal, use uma calça com estampas de flores em tons neutros, na companhia da camisa preta de tecido leve. 

Enviado e adaptado por: Mariana Lima.
Fonte: Revista Máxima/Set./2012.

franjas 300 x 300

Solte suas Franjas! Elas Estão na Moda

Inspiradas no universo country, elas levantam qualquer visual caidinho e fazem a diferença no seu guarda-roupa. 

As franjas estão por toda parte! Queridinhas desta temporada, elas garantem desde visuais descontraídos até produções mais sofisticadas, para usar à noite. E não é difícil combiná-las.

Para a consultora de moda Ludmila Batista, franjas de couro (com pegada country) ficam ótimas se usadas com peças mais despojadas, como a calça jeans. Já franjas de seda e outros materiais mais refinados casam bem com roupas de festa, como vestidos e saias. Só cuidado com os exageros.

“Tudo que é demais cansa com essa moda! Escolha apenas uma peça com franja”, diz a especialista. Uma dica para não errar a é investir nos acessórios. “Eles ficam bem em qualquer produção e são mais discretos”, completa. 

Enviado por: Priscila Vasco.
Fonte: Viva/Março/2013.

VIVA-A-VIDA-FELIZ 300 x 300

Mandamentos para uma Vida mais Equilibrada

Dá para ser feliz em todas as áreas da vida!
Trabalho, relacionamento, família e vida social….. Saiba como equilibrar tudo isso e termine o dia com sensação de leveza e missão cumprida. 

Pegue Leve Na Preocupação.
Busque encaixar em sua rotina atividades que dão prazer. “Não precisa ser uma coisa incrível, pode ser algo simples, como ler uma revista. Isso ajuda você a se desligar de preocupações e livrar-se do estresse”, diz Ana Laura Schliemann, doutora em psicologia. Estar mais leve e feliz é um passo importante para organizar e sintonizar todas as esferas da sua vida. 

Controle A Ansiedade.
Outro passo importante é afastar a ansiedade. Difícil? Não, não é. “Faça exercícios ou atividades ao ar livre, abrace, beije e procure ficar com as pessoas que você gosta. Isso diminui a ansiedade. Quando você está menos ansiosa, as coisas ficam mais prazerosas, há menos espaço para brigas a até o trabalho rende mais”, garante Ana Laura. 

Reflita Uma Vez Ao Dia.
Tão importante quanto ter tempo para fazer tudo é ter tempo para não fazer nada! Ana Laura explica que ter alguns minutos para pensar na vida é essencial. “Para se sentir bem, fazer escolhas ou mudar algo, é preciso refletir sobre si mesma”, avalia.
Em vez de ficar irritada com o tempo que passa no trânsito ou no ônibus, que tal usá-lo para meditar? Reservando dez minutos para refletir diariamente, sua vida ficará bem melhor! 

Fracione Seu Tempo.
Divida seu tempo pensando em todas as áreas que precisam da sua atenção. O cronograma deve ter espaço para atividades profissionais, família, filhos, encontro com amigos, atividades domésticas e um tempinho para o seu amor, claro! Essa lista de tarefas pode ser diária com hora marcada para cada coisa, semanal ou até mensal. Dica: sempre reserve um tempo para atividades que aparentemente são bobas, como tomar banho, comer e ir de casa ao trabalho, e para os imprevistos. Se você não contar com isso, vai faltar tempo e, certamente, ficará muito irritada. 

Tenha Sonhos Possíveis.
Traçar metas claras do que você deseja é fundamental e equilibrar sua vida depende de planejamento! Para Ana Laura, ter um plano deixa você mais tranquila e mostra quento tempo é preciso reservar pra chegar aos objetivos. “Mas fique atenta: as metas têm de ser possíveis.
Ao criar um plano que não pode ser realizado, você gera estresse desnecessário”. 

Não Misture As Coisas.
Não adianta querer controlar tudo. Faz parte brigar com o namorado, com a família ou ter problema no trabalho. Não tem jeito. O segredo é não deixar que aquilo deu errado numa área, atrapalhe a outra. Brigou com o namorado e vai trabalhar? Respire fundo e mantenha o foco. A briga com o gato você resolve depois, quando estiver em casa. Agindo assim, você não espalha a situação ruim. 

Enviado e adaptado por: Carolina Rosa.
Fonte: Viva/Jan./2013

Amigos Reunidos 300 x 300

Festa em Casa – Surpreenda seus Amigos

Tanto faz se você é baladeira ou gosta de uma reunião simples com a turma – com estas dicas, você vai surpreender seus amigos! 

  1. Relaxe e Divirta-se!
    Vamos combinar: promover um encontro não é fácil! A dona da casa fica tão preocupada com os convidados, as comidinhas e a organização , que mal se diverte. Relaxe mais e aproveite a festa! 
  2. Invista No Clima.
    Seja qual for o tema, crie um clima especial: vale uma iluminação diferente, borrifar um cheirinho sutil, espalhar flores no banheiro… Ah, e escolher a música mais adequada! 
  3. Noite de Jogatina.
    Virou mania no mundo todo: juntar amigos em volta de jogos de tabuleiro. Você pode organizar até mais de um jogo. Assim, a galera reveza o passatempo. As gargalhadas estão garantidas! 
  4. Criatividade.
    Surpreenda a turma: invista numa festinha temática, você pode até incrementar a ocasião com uma decoração caprichada. Pode ser a noite da pizza, do boteco em casa, da comida mexicana, da balada na praia… Veja ideias no blog casosecoisasdabonfa.blogspot.com.br 
  5. É Ritmo De Festa.
    “Traz todo mundo/Tá liberado/É só chegar/traz toda gente/Tá convidado/É pra dançar. 
  6. Delicinhas.
    Comida de festa não pode dar trabalho! Sirva só o que der para comer com as mãos: mini sanduíche, pipoca, canapés…. Veja dicas de receitas em abr.io./canape 
  7. Lista Vip.
    O segredo para fazer a reunião bombar é convidar pessoas que combinam. Assim, ninguém fica isolado e a animação rola solta! Ligar para cada um faz toda a diferença. A pessoa se sente especial e não vai faltar! 
  8. Pagode Em Casa.
    Sabe aquele amigo que toca violão? Peça que ele leve o instrumento e chame a galera mais animada para soltar a voz. Do luau ao pagodão, vale tudo! 
  9. Tempo De Escola.
    Assim como as crianças fazem a festa do pijama, convide a mulherada para dormir na sua casa, com direito a filme “água com açúcar”, docinhos e bebidinhas… Vai ser um tititi!!! 
  10. Som Na Caixa.
    Se a pista de dança começar a “miar”, resgate o ânimo da galera. É só pôr um hit antigo pra tocar. Experimente sucessos do Balão Mágico, do Sidney Magal, do Wando….. É diversão na certa

Enviado por: Joana Dias.
Fonte: Viva/Julho/2012

como fazer massinha de modelar caseira 300 x 300

Massinha de Modelar Caseira

Se você tem filhos, sabe que eles adoram brincar com as massinhas, então aproveite para economizar e faça você mesma a receita abaixo. 

Use esta receita para fazer massinha colorida de longa durabilidade. Se conservada em um recipiente hermeticamente fechado ou na geladeira dentro de saco plástico dura três meses. 

Ingredientes: 

  • 1 xícara de sal de cozinha
  • 4 xícaras de farinha de trigo
  • 2 colheres de sopa de óleo
  • 1 colher de sopa de vinagre
  • 1 ½ xícara de água
  • Corantes alimentícios de várias cores. 

Modo De Fazer:
Misture todos os ingredientes. Divida em várias partes . Pegue uma porção da massinha e faça um buraco com o dedo. Pingue algumas gotas de corante alimentar. Dobre cuidadosamente a massa por várias vezes, até que a cor esteja bem misturada. Faça a mesma coisa com as outras porções.Se você vive em um clima mais úmido, ou se a a massa ficou muito úmida ou pegajosa, adicione uma pitada a mais de farinha.Ficou muito seco? Adicione um pouquinho de água.
Atenção: certifique que seu filho(a) não é alérgico(a) a nenhum dos ingredientes acima.

Enviado e adaptado por: Cristiane Almeida.
Fonte: SOS Dona De Casa/Dez./2012

Seu Filho a Salvo na Balada

Após a terrível tragédia na Boate Kiss, em Santa Maria (RS) , não há pai ou mãe neste país que não esteja com o coração na mão só de imaginar que seus filhos também podem correr risco de vida quando vão pra a balada. As autoridades devem garantir que casas noturnas e afins sigam as exigências legais para evitar que o acidente se repita, mas existem algumas orientações que podem salvá-los em uma situação de emergência:

 Localize As Rotas De Fuga.

  • Assim que chegar a um local fechado, observe onde ficam as saídas de emergência e se o acesso a elas está livre. Se não estiver, cobre dos funcionários do estabelecimento.

Verifique Os Extintores. 

  • Eles devem estar em local visível e dentro da validade. Extintor vencido não funciona. Na hora da emergência, não tente manusear o extintor se não souber usá-lo.
  • Cheque A existência Do Auto de Vistoria Do Corpo de Bombeiros (AVCB).
  • O documento, que deve ser renovado anualmente e afixado em local visível, comprova que a construção foi vistoriada pelos bombeiros e é segura.

Em Caso de Emergência, Não Entre em Pânico. 

  • Não se preocupe com suas coisas e vá em direção às saídas de emergência. Não entre no banheiro ou em lugares altos.
  • Proteja o rosto com um pano. Livre-se de roupas de náilon.

Enviado por: Lurdes Maria Fernandes.
Fonte: Ana Maria/Fev./2013

Looks Para Brilhar Neste Natal

Na casa dos pais, do companheiro ou com os amigos? Não importa qual seja a sua opção para comemorara o Natal, tem sempre um look para seu corpo e para a ocasião.

Não Tem Como Errar.
Apostar no preto é certeza de elegância, não é mesmo? Se você é clássica e não quer arriscar na hora de compor o look, essa é a sua cor, principalmente para festas em restaurantes ou na cassa de algum anfitrião que ainda não é tão íntimo.

Por ser dia de festa, escolha um modelo com aplicação de rendas, paetês, ou de tecidos mais finos. Nos pés, o salto garante a sofisticação extra!

As peças mais sequinhas valorizam quem está com a academia em dia. Já os tecidos fluidos, com ajustes na cintura, criam curvas incríveis!

Brilhe!
À noite, e principalmente em eventos urbanos, fique à vontade para usar e abusar de paetês e tecidos metalizados: além de estarem super em alta, eles tem tudo a ver com a comemoração.

Todo mundo pode usar, mas lembre-se de que esses materiais chamam atenção. Se deseja disfarçar a barriguinha, braços ou seios, opte pela combinação de blusa mais discreta com saias ou calças glamourosas.

Já quem é mais sequinha na parte de cima e quer tirar o foco dos quadris deve escolher blusas mais brilhantes.

Enviado e adaptado por: Olivia Veiga.
Fonte: Malu/Dez./2012

Salto Alto – Como Proteger sua Postura e Continuar Charmosa

Quando nasce uma menina parece que ela já vem com sapato no pé, o tempo passa e ela vira uma mulher, e assim começa a descobrir os mais variados tipos de sapatos com saltos e sem saltos, mas a preferência pelo salto alto é quase unânime, e sejamos honestas um salto alto tem o seu charme e nos deixa muito mais elegante, mas temos que ter cuidado ao usá-lo com frequência para não prejudicar nossa postura. Mas não se preocupe você não precisa descer do salto é só ter alguns cuidados ao usá-los.

Atenção aos Riscos
Quando se usa salto alto, a pressão de sustentação do corpo, que geralmente se distribui por toda a sola, concentra-se no dedão e no dedo vizinho. “Essa sobrecarga pode causar calos e bolhas na sola, dor e até lesões”, explica o ortopedista Maurício Póvoa Barbosa, membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia. E como o salto alto altera a forma de pisar, a longo prazo pode ocorrer a mudança na conformação dos pés.

Outro problema é a dificuldade na flexão da planta do pé, o que prejudica a circulação e potencializa a tendência a varizes. E com o calcanhar lá em cima, é comum ocorrer lordoses e alteração da musculatura da perna, tornando os músculos mais curtos na parte traseira e mais longos na frente.

Elegante, sem prejudicar a saúde

  • “No dia a dia, opte por saltos de até 4 centímetros”, aconselha o ortopedista.
  • Em casa, use sapatos baixos, largos e confortáveis.
  • Alterne o modelo: se um dia usou salto muito alto, no outro, prefira o mais baixo.
  • “Opte por calçados com bico e salto quadrados, que oferecem estabilidade e conforto”, orienta Maurício.
  • Para dirigir ou andar a pé, use tênis ou sapato sem salto.
  • Ao final do dia, alongue a panturrilha: apoie metade do pé sobre um degrau e force o calcanhar para baixo. Repita o exercício com o outro pé. Depois, gire os tornozelos para o lado esquerdo e direito durante 5 minutos. Por fim, faça uma massagem nos pés, para recuperar a circulação e prevenir cãibras e dores musculares, e coloque as pernas para cima por alguns minutos.

Enviado e adaptado por: Kátia Henrich.
Fonte: Portal Vital.

Febre do Dourado

Esqueça as tendências minimalistas, repletas de cores sóbrias. O verão promete ser ainda mais iluminado graças à invasão de vestidos, saias e blusas douradas às vitrines nacionais. E se você ainda é daquelas que só usa os tons metalizados à noite, é bom saber que a cor ganhou passagem livre para brilhar durante o dia. Confira as dicas:

Minissaia Dourada.
Para o dia a dia, a combinação com camisetinha vai bem. Mas, quando quiser criar uma produção poderosa, misture a mini com uma camisa preta de tecido fluido ou uma regatinha de seda.

Pés Iluminados.
Quer brilhar em festas e baladas? Opte pelas sandálias e sapatos altos. Mas, se a preferência for pelo conforto, as rasteiras, oxfords, slippers e sapatilhas são a melhor pedida. A maior vantagem é que, mesmo sem o salto, o dourado já deixa o look mais requintado. “Na hora de combinar recorra a produções de cores neutras, como rosê, off-white e areia, pois dão uma ideia de look monocromático”.

Short Metalizado.
“Com cores escuras, a produção fica mais noite. Já com a parte de cima branca, como uma camisa ou bata, o visual fica mais casual e pode ser usado de dia”.

Saia Plissada.
Seja em versão longa ou curta, a saia deve ser combinada com uma blusa mais ajustada, pois a peça já conta com volume natural. Roupas lisas e sem muitos detalhes, são ideais. “O restante dos acessórios deve ser bem discreto também”.

Regras Para Brilhar.
Durante o dia, prefira peças em dourado mais fosco, desgastado, e materiais que não sejam metalizados. Para as mais discretas, vale aderir à tendência apostando em bijuterias no tom metalizado ou usá-lo em alguns detalhes da roupa, como uma estampa. As peças totalmente feitas em paetê são exclusivas para eventos noturnos. “ Mas, se tiver somente uma região paetizada (mangas, por exemplo), pode-se combiná-la com outra roupa lisa e usá-la de dia”.

Enviado e adaptado por: Rosangela Mello
Fonte: Malu/Nov./2012.

Garanta mais Saúde Para as Crianças mas sem Neuras

Preocupar-se com o bem estar dos filhos é natural, mas quando isso se torna um exagero pode até prejudicar os pequenos no que diz respeito à limpeza. Sem contato com alguns micro-organismos, a imunidade não se fortalece e a criança fica vulnerável a doenças, sem falar que ela não aproveita momentos de diversão como brincar na terra, com os animais etc.. Jorge Huberman, pediatra e neonatologista, alerta para a importância da “sujeira moderada” na infância.

Deixe Sujar!

A falta de exposição das crianças a agentes infecciosos e micro-organismos, assim como o excesso de higiene, aumenta as chances delas desenvolverem algumas doenças.
Uma pesquisa realizada recentemente nos Estados Unidos afirmou que a teoria da máxima higiene seguida à risca pelas mães mais cuidadosas pode prejudicar a saúde de seus filhos.

O contato com a sujeira incentiva o sistema imunológico infantil a se preparar para futuras doenças e alergias.”, explica o especialista.

Segundo o estudo, algumas bactérias com as quais se tem contato durante a infância – e que acabam se alojando na pele – podem ajudar na fase adulta, prevenindo infecções. “Os cientistas ainda afirmaram que esses micróbios unicelulares tornam nosso sistema imunológico menos ‘exigente’, amortecendo as respostas como dor, inflamação ou alergia a qualquer contato com um agente estranho ao organismo”, complementa Huberman.

Até que ponto, então, a mania de limpeza não é considerada uma neurose? Se a mãe sente a necessidade de limpar o local sem querer esterilizar a todo momento, está tudo certo.

Claro que lavar as mãos antes das refeições, após usar o banheiro ou quando voltar da rua é importante devido à exposição a agentes infecciosos que podem ser prejudiciais.

Mais do que isso já é um exagero na higiene. Isso porque as bactérias normais, que vivem na superfície da pele, são benéficas para a saúde, pois evitam inflamações graves, como aquelas causadas após um machucado, por exemplo.

Limpeza Equilibrada.
Quer saber como manter a higiene das crianças na medida?

  • Unhas: mantenha-as curtas e limpas e utilize tesouras próprias para crianças.
  • Boca – quando surgirem os dentes, opte por creme dental próprio para os pequenos e escove-os três vezes ao dia. Antes dessa fase, você pode limpar a língua e a gengiva com gaze e chá de camomila.
  • Chupetas e Mamadeiras – ferva um recipiente com água, mergulhe os utensílios e deixe aquecer de 3 a 5 minutos. Nunca deixe a mamadeira boiando na panela: seque bem e guarde em local limpo e próprio para isso.
  • Após Contato Com Animais – os bichinhos devem estar lipos e vacinados para evitar problemas. Depois do contato, é aconselhável lavar as mãos do pequeno com água e sabão e passar um pouco de álcool, já que não se sabe quais tipos de bactérias existem no animal.
  • Orelhas – passe o cotonete apenas nas dobrinhas externas – nada de colocá-lo dentro do orifício do ouvido. Limpe e seque bem atrás das orelhas.
  • Nariz – deve ser limpo apenas quando houver acúmulo de secreção. Você pode pingar gotinhas de soro fisiológico para a higienização ou passar o cotonete delicadamente.
  • Após Brincadeira – andar descalço e brincar na terra está liberado. Depois disso, apenas lave a criança com água e sabonete.

Enviado por: Jane Sampaio.
Fonte: Malu/Out./2012

 

Saiba Porque Viajar Faz Bem

Uma das coisas mais gostosas que se tem a fazer é viajar. Claro que existem vários outros tipos de prazeres, mas a viagem faz você mudar seu ritmo de vida, sua rotina, seus horários, clima, lugar, estação, enfim, não existe coisa que marque mais a nossa memória do que fazermos uma viagem.

O ideal seria fazer uma viagem pelo menos de 6 em 6 meses, conhecer lugares diferentes, culturas diferentes, tudo isto possibilita que renovemos a alma, nos sentindo bem dispostos e revigorados.

Se você estiver em um momento de muita tensão, seja com o trabalho ou com a vida social, comece a planejar o próximo destino, enquanto sua atenção está voltada a pensamentos bons e prazerosos como uma viagem, você se sentirá melhor e verá que tudo vale a pena, em alguns dias terá o prazer de se divertir e esquecer dos problemas.

Muitas vezes a viagem não precisa ser longa e cara, é claro que se você tiver condições para isto será ótimo, mas você pode ir passar um final de semana na casa de amigos queridos, só o fato de você sair de casa e respirar outros ares já o fará sentir-se melhor. Então, se você está buscando qualidade de vida, viajar pode ser uma boa saída, monte seu roteiro e boa viagem.

Enviado por: Ivana Tomazine
Fonte: Tudo Perto/Nov./2012

A Importância da Fotografia

Como é gostoso sentar no tapete da sala, pegar aqueles álbuns de fotografias e ficar relembrando momentos que marcaram, as nossas vidas!

Você sabia que fotografias geram memórias positivas na construção da cultura familiar? Você sabia que fotografias nos fazem lembrar aquilo que gera esperança? Que fotografias têm o poder de renovar, através da lembrança, compromissos, votos e sonhos?

Muitas pessoas gostariam de ter mais fotos de quando era pequeno, adolescente e jovem! Você alguma vez já parou para pensar nisso? Muitos não tem noção da importância e do valor de um registro histórico, para a família hoje e para a geração futura. Fotografe os momentos importantes da sua família e exponha em lugares estratégicos. Isso contribui para que nunca a família se esqueça de coisas que são importantes para todos. Além de tirar novas fotografias do seu cônjuge, dos filhos, amigos, família, etc..

Não jogue fora aquelas que você conseguiu guardar até hoje, cada um de nós está construindo uma história, e as fotografias são registros de grande valor. Daqui a 100 anos, quando muitos de nós já não estiver mais aqui, a nossa história poderá ser contada pelos nossos filhos, netos, bisnetos, a partir desses registros fotográficos.

Valorize as fotografias, seja na parede, no porta-retrato, no álbum ou na sua carteira! 

Enviado por: Carla Maria Toll
Fonte: Tudo Perto. Nov./2012

Dê um Basta aos Vícios que Desequilibram sua Vida

É fácil se livrar de hábitos que começam a fazer mal para a saúde física, mental e que, em alguns casos, ainda prejudicam a financeira? A resposta é “não, não é fácil”. Mas a mudança só depende de você. Confira algumas dicas da psicóloga Marcella Almeida.

Boa Mesa – Resistir a um pedaço de pizza ou a uma barrinha de chocolate é missão quase impossível para qualquer mortal. E tudo bem, ceder a essas delícias uma vez ou outra está liberado.
O problema é quando o conforto para as tristezas é buscado na mesa, muitas vezes por uma relação já estabelecida na infância.
“As pessoas descontam suas frustrações na comida pois desde muito cedo se estabeleceu uma ligação de segurança com a alimentação”, explica a profissional.
Comer mesmo sem estar com fome ou sentir o cheiro das comidas preferidas em filmes e livros é um dos sintomas do transtorno. O acompanhamento clínico é imprescindível, ainda mais porque a compulsão leva a quadros de diabetes e obesidade.
Sua parte é:
fazer exercícios regularmente. Não importa a intensidade, além de perder peso, movimentar-se é capaz de proporcionar o mesmo sentimento de satisfação encontrado nos alimentos.

Perigo Na Vitrine – Embora alguns homens também não se controlem, o vício por compras atinge muito mais as mulheres.
Assim como a compulsão alimentar, é comum bater uma vontade de gastar depois de um episódio de decepção. E esse é o grande erro: depois das compras, há a compensação, mas dificilmente a raiz do problema será solucionada.
“Saber distinguir o supérfluo do que é realmente necessário pode ser o primeiro passo para dominar a doença”, orienta. Sentir-se culpada depois de comprar e esconder a mercadoria quando chega em casa são sinais de que algo está errado.
Sua parte é:
dar fim ao cartão de crédito e aos talões de cheque, deixando-os guardados para emergências. Se reconhece que esses artifícios contribuem para a falta de controle , é hora de frear a si. Além disso, procure outras atividades que lhe dão prazer, como dança, música ou artesanato.

Meu Nome É Trabalho – Workaholic: esse é o termo designado à pessoa que está sempre ligada e não consegue parar de trabalhar. Quem tem tendência para desenvolver essa dependência não consegue ter clareza sobre até que ponto os afazeres são um prazer ou um passo para a autodestruição.
“O trabalho pode ser muito gratificante e enriquecedor, mas não deve ser uma prioridade constante”, afirma Marcella. Isso porque a família, os amigos e até mesmo o lazer, tão importante para a saúde mental, são deixados de lado em nome da obrigação.
Trabalha mais de 12 horas ao dia e sente-se culpada quando se permite alguns momentos de diversão? Se esses episódios são frequentes talvez seja hora de desacelerar.
Sua parte é:
estipular um horário do trabalho e procurar não ultrapassá-lo. Além disso, ao chegar eme casa, desligue-se do e-mail ou de qualquer outro vínculo com o emprego. A parte ais importante é reservar tempo para se divertir junto às pessoas queridas: não deixe esse vício atrapalhar suas relações em família.

Enviado e adaptado por: Laura Beatriz Back
Fonte: Malu/Nov./2012

Desacelere – Saiba Como Diminuir o Ritmo

Se você sente que está sempre com pressa e que o dia está muito curto para dar conta de tudo o que tem para fazer, talvez seja hora de diminuir o ritmo. Ou até mesmo parar e não fazer nada , nem que seja alguns minutos por semana.

Enquanto algumas pessoas gostam de fazer tudo com mais calma e logo se incomodam quando o passo aperta, outros gostam de sentir que o dia está cheio. Quando isso acontece fica difícil reconhecer a hora de pisar no freio. “Geralmente são os outros que sinalizam e dizem que você está sempre apressado”, ensina a psicóloga Ana Maria Rossi, presidente da International Stress Management Association no Brasil (ISMA-BR).

E você, vive correndo atrás do relógio?

Confira dicas para ficar mais calmo.

Priorize.
Você tem oito tarefas para o dia, mas duas delas são muito importantes? Dê prioridade a elas . Algumas podem ficar de fora – agende para outro dia, cancele ou, se puder, peça ajuda a outra pessoa. Pergunte-se sempre:

“Qual o melhor uso para o meu tempo agora?”. “As vezes, não dá para decidir sobre o seu próprio tempo – é o caso de um médico que lida com emergências, por exemplo, mas,quando dá, a pessoa tem que fazer o que tem vontade”, diz Ana Maria.

Uma Agenda Possível.
Organize as atividades do dia alocando tempos realistas.
Inclua o tempo para fazer pausas e para conseguir as informações ou material de que precisa para realizar as tarefas.

Crie Tempo.
Acorde alguns minutos mais cedo e evite começar o dia correndo para o trabalho ou estudo. Avalie se há outras maneira de ganhar tempo durante o seu dia. Fazer academia perto do trabalho, por exemplo, pode livrar você do trânsito no trajeto de casa para lá.

Treine O Relaxamento.
Adote a respiração abdominal como técnica de relaxamento.
Inspire profundamente, sempre pelo nariz, e solte o ar pelo nariz ou pela boca, movimentando o abdômen como se fosse um balão. Também vale ouvir uma música, sair para um café ou ler textos de seu autor favorito.O importante é praticar regularmente para recorrer à técnica nos momentos maior tensão.

Faça Nada.
Reserve 10 minutos , duas vezes por semana, para fazer absolutamente nada
. Nada mesmo. Não vale ler, ver TV, muito menos fazer listas de pendências. É o que recomenda Marcelo Bohrer, criador do Clube de Nadismo.

“A primeira dica é se permitir parar para fazer nada. Não somos máquinas, e o momento de fazer nada não é inútil, é valioso e necessário para a saúde.”, diz. Para começar, ajuda bastante escolher um lugar tranquilo e silencioso, como um jardim ou um terraço. Para desligar a mente dos problemas, vale buscar apoio no ritmo da natureza: acompanhe as nuvens, ouça o vento e deixe a mente vagar.

Enviado por: Tamires Coutinho
Fonte: Saúde + Lazer.

Saiba Como Usar a Camisa Branca Feminina

Camisa branca é soberana.

Com a chegada dos dias mais quentes, o branco atrai. É limpo, tem luz, favorece mais, logo que estiver levemente bronzeada, lembre-se dele em uma das peças mais usadas por todas as mulheres, sobretudo aquelas que descobriram o quanto ela veste bem.

A mulher moderna que trabalha, que é atuante, deve dedicar especial atenção às camisas em seu guarda-roupa para estarem sempre corretas e passar uma imagem positiva. A cor mais indicada é sem dúvida a branca, a clássica das clássicas. Algodão, cambraia, linho, sedas mistas, sedas puras. Camisas amplas usadas como casacos sobre regatas emagrecem e deixam o todo mais leve, mais fluido.

Quando optar por um prático, um funcional, um sempre positivo, escolha camisas brancas, lisas ou mais ou menos trabalhados com nervuras, pregas, bordados leves e tantas outras ideias.

Há muito para escolher, do esportivo até um belo e grande vestir.

Longas camisas brancas usadas à beira-mar ou na piscina vestem bem deixando uma certa transparência, alongando a silhueta.

Imaginem: uma saia-lápis, curta ou longa, em crepe preto, e uma camisa de seda pura branca, desabotoada, até quase a cintura, um batom bem vermelho e só. Caso o decote seja um tanto exagerado, use um sutiã, o menor possível, levemente rebordado de preto. Pode usar ainda, para variar, um sautoir (longo colar de pérolas).

Enviado por: Luciana Resende
Fonte: Correio Do Povo/28 Out./2012

Saiba como Plantar Mudas Nativas

Que tal você plantar uma muda nativa de Paineira, Unha de vaca, ou Ipê Amarelo, roxo, branco etc… Abaixo saiba como plantar e cuidar de sua muda.

Espaço Entre As Mudas.
As mudas deverão ser plantadas com espaçamento mínimo de 2,5 metros umas das outras para que tenham espaço para crescer.

Abrindo A Cova.
Abra uma cova quadrada de 30cm X 30cm X 30cm. Guarde a terra retirada da cova porque ainda será utilizada.

Adubando A Terra.
Misture à terra retirada da cova 3 xícaras de chá (300g) de adubo orgânico. Divida a terra em dois montes. Misture no primeiro monte 1 xícara de chá (100g) de adubo químico (NPK 5:20:20) e 100 g de calcáreo. Coloque somente o primeiro monte de volta na cova.

Plantando A Muda.
Retire a muda do saco plástico com cuidado para não machucar a planta e coloque-a no centro da cova. Com o segundo monte de terra preencha a cova. Pressione o solo ao redor da muda com as mãos para que fique firme, sem socar.

Colocando a Estaca.
Crave a estaca no solo ao lado da muda, mas não muito perto para não prejudicar o crescimento da raiz. Certifique-se de que a estaca está bem firme para não entortar com o vento. Amarre a muda à estaca com barbante em forma de “8”.

Fazendo O Coroamento.
Limpe em volta da muda, reduzindo a vegetação para que não ocorra concorrência por água, luz e nutrientes. Faça um círculo ao redor da área que você limpou com o que sobrou do segundo monte de terra. Isso vai ajudar o solo a segurar mais água para a planta.

Irrigando A Planta.
Depois que você terminar de plantar não esqueça de molhar a planta. Coloque 2 litros de água em cima de cada muda que você plantou. Caso não chova molhe a muda uma vez por semana.

Cuidando Da Planta.
Pelos próximos 4 meses você tem que ter um cuidado maior com a planta. Mantenha sempre limpa a área ao redor da muda que você limpou quando plantou. Verifique se a estaca está firme. Olhe se a muda ainda está amarrada à estaca. E, cuide para que formigas não se aproximem da muda.

Dicas: O melhor horário para molhar a muda é no final da tarde porque o sol já não está tão forte. Isto evita que as folhas da planta fiquem queimadas pelo contato do sol forte com a água.

A maioria das mudas pode ser plantada em qualquer época do ano. No verão os cuidados com a rega deverão ser intensificados.

Enviado por: Fernanda P.